quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Nas tuas mãos...



Olho através da janela
Alma marejada de lágrimas
Contemplando o
Céu estrelado,
O breu da noite
Invade o meu sentir
Envolvendo-me
Em desespero
Num doce abraço.
As grilhetas
Magoam-me os pulsos,
As paredes nuas
Que me rodeiam
Carecem da tua cor,
Gritam pelo calor
Que negaste….
Está nas tuas mãos
Libertar as minhas,
Está no teu sangue
Dar vida ao meu,
Está na tua alma
Acalentar o meu céu…
Está nas tuas mãos…

9 comentários:

Desnuda disse...

Momento muitíssimo inspirado, Blood Tears... A abnegação de si mesma. Esperar o céu atirando-se em definitivo nas tormentas do inferno, sem resistência . Céu e inferno são nomes para um mesmo lugar e o que define um e outro é mesmo o nosso comportamento. Somos nós.

Lindo, digo eu ...

Beijos, querida.

Psiquê disse...

Ai...A melhor das bandas sonoras a acompanhar as mais belas palavras...

Soul Kisses

Ruela disse...

Mais uma lágrima de sangue ;)


k.

Anónimo disse...

Solta-me as mãos para que te possa acariciar...dar-te toda a minha alma, presentear-te do que sou...
É lindo como sempre...
Beijos de sangue

DarkViolet disse...

As mãos sao galhos, fazem do céu planícies, montanhas, vales... a paisagem retalha sempre o olhar...
Black n 1 ...uma música divina

DarkViolet disse...

As mãos são os galhos que fazem erguer as planícies, os vales, as montanhas...
Black n 1...uma música divina

Frankie disse...

:D esta música... uuuuuuuuuui! ;)

Gothicum in Gaya disse...

...e quando elas nos tocam...


bj

bom Domingo

Juliana Matos disse...

Fantástico!

Seguindo-te. :)