quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Promessas Vãs

Prometeste ficar ao meu lado
Com palavras quentes
E cheias de significado...
Mas o nevoeiro surgiu
Dissimulado, arrebatando
A tua vontade.

Prometeste proteger-me
Da dor da saudade
E do esquecimento...
Mas a neblina adensou-se
Ocultando-me
da tua percepção.

Prometeste enxugar
As minhas lágrimas
Nos teus lábios...
Mas a água brotou das nuvens
E deixaste de ter sede
Do meu sal.

Prometeste aquecer
A minha alma com o teu
Hálito de Fogo...
Mas o vento gélido
Congelou o teu coração
Deixando-te sem fôlego.

Prometeste numa
Noite encantada
Jamais esquecer-me...
Mas o orvalho fez desaparecer
As palavras que
Gravaste na areia.

Das tuas promessas
Restou apenas o meu sangue
Pintado nas pedras solitárias
Que se erguem contra
O firmamento.
Prometeste, mas...

18 comentários:

DarkViolet disse...

Cada sopro é uma brisa. As promessas tem que vir acompanhadas pelos actos sinceros. Quando se olha para os sentimentos, observando-os expressos em texturas de cordéis, extrai-se daí a pureza ou o caos nublado e desporvido de essência. Aqueles que conseguem sentir isso no seu espaço e tempo, conseguem evoluir o horizonte

bat_trash disse...

...aí chega a roda viva e carrega as promessas pra bem longe.

Bat Kiss.

PS:Estava com saudades. Ficaste muito tempo ausente.

Gothicum disse...

"Prometemos conforme as nossas esperanças e cumprimos segundo os nossos receios." (François de La Rochefoucauld)

O poema é sublime, li e tornei a ler, adorei e com nightwish minha banda preferida ficou... Prometo que continuarei a ser teu leitor assíduo. Abraços.

mariazinha disse...

A vida não se compadece das promessas feitas, por vezes...

beijo grande*

witch disse...

Já me tinha interrogado sobre esta tua ausência, menina das palavras certas e doces... e ás vezes custa adivinhar os outros!
Mas nem as misteriosas neblinas permanecem para sempre...

Fica bem...

Kisss...

P.S. Lindo o poema! :)))

Misha )O( disse...

Mais uma vez escreves do coração e cada palavra que leio vem cheia de significado... Magia é o que escreves e o teu poema é como um livro aberto das nossas vidas...

Um grande beijo Irmã

)O(

Blood Tears disse...

Antes de nais peço desculpa a todos pela ausência , mas felizmente tenho tido o meu tempo cheio de afazeres, e pelo menos parte deles fazem-me sentir realizada, lol Além da escrita sempre adorei cantar, e esta é agora outra actividade para os poucos tempos livres... :)
(E felizmente, este poema não é biográfico ;))

Dark Violet,As brisas elevam-nos e envolvem-nos.... A pureza do olhar diz-me sempre mais do que as palavras... :)

Querida Bat, diz mais um abraço silencioso, do que por vezes muitas promessas aéreas... lol
Tb tinha saudades de todos vós, a ver se amanhã te mando um mail ;)

Gothicum, realmente muitas promessas são apenas cumpridas devido a receios... Excelente reflexão...

mariazinha, Não, a vida não se compadece, e depois elas são levadas pelo vento, arrancando com a sua partida bocados de sentimentos....

Witch, Oh, que palavras tão doces as tuas.... As neblinas são por vezes criadas também pelos olhos que querem acreditar... :)

Misha, O livro das nossas vidas são páginas minhas e tuas.... E eu sinto-as também.... Beijo grande Irmã

Frankie disse...

Sparkling angel
I believe
You are my saviour
In my time of need

Blinded by faith
I couldn't hear
All the whispers
The warning's so clear

I see the angels
I'll lead them to your door
There is no escape now
Now mercy no more

No remorse 'cause I still remember
The smile when you tore me apart

[Chorus:]
You took my heart
Deceived me right from the start
You showed me dreams
I wished they'd turn to real
You broke the promise
And made me realise
It was all just a lie

Sparkling angel
Couldn't see
Your dark intentions
Your feelings for me

Fallen angel
Tell me why?
What is the reason?
The thorn in your eye

I see the angels
I'll lead them to your door
There is no escape now
No mercy no more

No remorse 'cause I still remember
The smile when you tore me apart

[Chorus]

Could have been forever
Now we have reached the end

This world may have failed you
It doesn't give the reason why
You could have chosen
A different path of life

The smile when you tore me apart

[Chorus:]
You took my heart
Deceived me right from the start
You showed me dreams
I wished they'd turn in to real
You broke a promise
And made me realise
It was all just a lie

Could have been forever
Now we have reached the end


Within Temptation



Não resiste a deixar-te aqui esta música...
Achei que "encaixava" lindamente com o poema...

Um beijo*

Twlwyth disse...

Ainda bem que voltaste. :)

Beijo doce

Marcia Barbieri disse...

O problema das promessas é que sempre existem os mas e os poréns, todos são muito relativos. Enquanto no amor deveríamos ser apenas absolutos.

beijos

Leto of the Crows disse...

Vil é a alma que promete e não cumpre...
Merece os martírios dos mundos, merece o desprezo de um olhar que amou!

Beijinhos ^^

andorinha disse...

Gostei do poema.
Promessas leva-as o vento...muitas vezes...

Beijinhos.

Oliver Pickwick disse...

Trágico e melancólico como sangue e lágrimas, mas, nem por isso menos belo.
Um beijo!

P.S.: Boa sorte na cantoria. Não me importo muito se perder uma companheira bloguista, e ganhar uma companheira cantora. ;)

PreDatado disse...

Um passado de pecado, num labirintico poema que gostei de ler.

Lord of Erewhon disse...

Melhor nada prometer...

Dark kiss.

O Profeta disse...

Sabia apenas que era um pequenino naquela longa noite
No celeste um luminoso sorriso me chamava
Lançou-me aos olhos raios de deslumbrante luz
Era a minha prenda, uma brilhante…Estrela Alva…

Um Mágico Natal para ti querida amiga que ao longo deste ano me visitaste. Que a Estrela Alva te ilumine neste Natal.


Mágico beijo

Alex Flôr Negra disse...

Passei para te desejar um 2009 feliz e felicitar-te pelo blog fantastico que tens! ;)
Gosto do que escreves...
Kisses***

Klatuu o embuçado disse...

BOM ANO, amiga, que 2009 realize todos os teus sonhos!

Beijinho.