quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Somos

Voar sem bússola
À descoberta de novos
Portos do sentir
Numa conquista destemida...
Navegar sem destino
Saboreando as marés,
Aportar onde a
Corrente me libertar...
Naufragar no desejo
Que consome a alma
No culminar
Da tempestade
Que me enlaça...
Quebrar rotinas,
Fazer-te sentir
O calor que me
Queima o peito,
E eleva para
O desconhecido...
Suspiro em ti,
Respiras em mim,
Somos.

2 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Por vezes a bússola só atrapalha...
Excelente poema, gostei.
Minha querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

Ádria leto disse...

otimo poema
amei o seu blog
fiquei muito admirada com tanta beleza ♥