sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Silence


As palavras não proferidas aumentam o abismo.

8 comentários:

biazinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
biazinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
biazinha disse...

O abismo entre o falar e calar torna-se um ciclo vicioso. O que não é proferido fica suprimido. Quando não falamos, calamos um turbilhao de emoções, desejos, mágoas e imergimos.

Beijos.

Elisabete S. disse...

Muitas vezes o abismo acaba por ser um estado de graça.

E as recordações também. Mas só quando as feridas deixam de doer, e o tempo nos distrai das cicatrizes.
Mais uma vez, obrigada :)

bat_trash disse...

Como disse a minha amiga biazinha no outro comentário: cometeste um aforismo, se mais!
Impressionante a lucidez de tua frase...essa é uma visão que poucos conseguem enxergar, mas que é verdadeira.
A narrativa minimal que está em meu blogue é dessa figurinha aí: a biazinha. ando com preguiça de passar meu textos pro blogue...rsrs.

Dark Kiss.

Blood Tears disse...

Biazinha:
Concordo em género, número e grau.... Não dizer o que queremos é tornarmo-nos eremitas....

Elisabete s.:
sim o abismo acaba por permanecer... Só o tempo reconstroi as pontes...

bat_trash:
uau, um aforismo, lol, provavelmente alguém disse já esta frase algures, mas é o que não me saía da cabeça ontem à noite. Hum... Passa os textos no blog, please????? Gosto muito do que escreves... Food for thought! ;)

Blood Kisses

fairy_morgaine disse...

quando aprenderemos a viver?

a.m disse...

As palavras não proferias aumentam o abismo criando em nós pontes muitas vezes de desespero e elevadores naturais com destino ao fundo do abismo...

No entanto, s palavras proferidas criam laços e lianas no abismo, tornando a sua passagem incerta...

bj