terça-feira, 30 de setembro de 2008

Sépia


Momentos do passado.... Flashes que tentamos recordar, mas apenas surge algo enevoado, escassos momentos de lucidez, parcas lembranças... O nosso Iceberg não se quer lembrar de recordações incómodas, e opta por colocar um filtro graduado e excluir cenas...


Sabemos o que nos motiva e o que nos faz retrair, o que nos faz inchar de orgulho ou esconder nas sombras, as verdades e mentiras que vivemos e teatralizamos neste Acto. Somos os nossos próprios psicólogos com um automecanismo de defesa extraordinário.


Colorimos as imagens cinzentas que queremos embelezar, e colocamos a sépia instantes fugazes, mas.... Oh..... Lembras-te quando tirámos esta fotografia?


Lembras-te? Eu já me esqueci....


19 comentários:

bat_trash disse...

O passado é sempre um feedaback para o agora...é alicerce, referência. A partir disto ou aprendemos a conviver com os fatos ou nos retraímos.

Bat Kiss.

bat_trash disse...

Já estava com saudades tuas. Andaste sumida...:)

DarkViolet disse...

Existe muito sépia em fotos nos cemiterios. aí as recordaçõs são profundas e entregues a uma "doação" por vezes pura. A capacidade de filtrar vista na outra pessoa é quase sempre pertubante; para a propria pode ser demente ou a forma de manter a saúde mental:)

Psiquê disse...

Blood Tears, parece que estamos sintonizadas!Tambem acabei de escrever um post sobre memórias, lembranças e fotos!

Dizem que a cor sépia tem origem num animal marinho, que para se defender dos predadores, liberta uma substância de cor castanho-avermelhada. O pigmento libertado por esse animal é a base da fabricação dos pigmentos sépia.

Faz sentido. A cor sépia como protecção do que nos parece intimidar. As fotos envelhecidas pelo tempo parecem querer pintar o passado de outra cores que não as reais. Ou idealizando demais o que já passou ou "esquecendo" o que
não convém lembrar...

Soul Kisses :)

Alisson da Hora disse...

O passado é uma torre que está sempre a nos espreitar...

abraço

impulsos disse...

Pois... as fotos, essas estão lá para avivar a memória mais esquecida...

Beijo

Micas disse...

O passado faz parte do desenvolvimento da nossa alma!!!tenho saudades do presente...
Beijos

Post-It disse...

Quem não filtra, não é?
Muitas vezes, é a unica maneira de se manter a sanidade mental...
Não me incomoda, desde que tenhamos disso consciencia...

acqua disse...

Deve ser culpa do outono. Essa estação sempre nos deixa saudosos e nos permite abraçar as lembranças. Adorei o texto, me deixou com uma sensação de melancolia do tipo era para ser importante, mas perdeu-se e então tenta-se descobrir a razão disso.
Abraços meus...

instantes e momentos disse...

muito lindo teu blog, parabens , foi muito bom conhecer.
Maurizio

Twlwyth disse...

A memória pode ajudar a embelezar o presente ou então infernizá-lo.

Adorei ler este instante que não será fugaz na minha mente.

Beijo

a.m disse...

o passado é a nossa essencia, particulas de nós muitas vezes não recordadas mas de certo sentidas inconscientemente.

bj

biazinha disse...

Já sei porque às vezes as pessoas comentam o post errado: há horas em que a tua caixa de comentário não aparece, e sempre a do primeiro post. Agora mesmo tive que il lá embaixo e clicar no título para poder entrar em tua caixa de comentários.
Eu adoro o efeito sépia em fotos. No poema o foco se dá no sentido de proteção. Filtramos tudo aquilo que não queremos lembrar.
Já estava com saudades de passar por aqui.
Beijos do além-mar.*

Marcia Barbieri disse...

Sempre fazemos as telas do tempo ao nosso bel prazer.

Beijos

MagnetikMoon disse...

Sépia, a osmose cíclica das permanências oculares de sentires rasgados,e ela permanece,encostada às luzes da memória...

Psicólogos de nós mesmos,sim =)

Magnetikiss;)

pianistaboxeador21 disse...

O tempo e as fotos.O que nos faz amarelar? E o que faz as coisas mudarem tanto?

Beijos,

Daniel

Ruela disse...

é um sentimento estranho olhar os olhos no espelho...







dark kiss.

Blood Tears disse...

bat, nãos eríamos quem somos sem o nosso passado... Bom ou mau, ajudou-nos a "crescer"... :) Tb tive saudades tuas enquanto andei sem tempo linda!

darkviolet, o sépia para mim é mágico, e representa o arcaico, algo de bom... Mas os cemitérios também encerram recordações e emoções.... Os filtros esses, mesmo invisíveis, estãos empre lá... :)

psiquê, pois é, parece mesmo que estávamos sintonizadas.... lol Não pude deixar de sorrir quando comentei no teu blog... Mecanismo de defesa, necessário e surreal, que nos permite digerir a realidade... ;)


alisson da hora, o passado é a torre em constante construção, não tem fim... :)

impulsos, pena que a memória se desvanesça.... Mas as imagens ficam... :)

micas, o presente é a forma de viver, recordar também o é, embora de outra forma... :)

post-it... A mim filtrar tornou-se absoluto.... Há tanta coisa que prefiro que me passe ao lado... lol

acqua, é, deve ser do Outono.... :) Daí a côr... :) As sauaddes trazem à superfície recordações quentes... :)

instantes e momentos, obrigada pela visita e pelo elogio.... :)

twlwyth, totalmente verdadeiro. A memória pode ser uma coisa cruel.... Há que filtrar... :)

a.m, inconscientemente o passado influencia-nos sempre as decisões e os comportamentos... :)

biazinah, bolas, mas tenho tudo bem no blog, deve ser um bug qualquer que o template faz de vez em quando... :S Por acaso nunca me aconteceu de não ver o link para os comentários.... Sim, o sépia protector e aconchegante... Bom.... Aliás, óptimo neste dia chuvoso de Outono deste lado do mar... :)

marcia, as telas do tempo são por nós coloridas, em tons interiores da alma... :)

magnetikmoon, oh, quanta psicanálise poupamos se meditarmos um pouco.... As luzes da memória rasgam o presente intemporal... :)

Daniel, tudo muda e evolui... Umas vezes para amarelo, outras para outra cor que escolhemos da nossa palete... :)

ruela, Parece que mergulhamos no nosso abismo, não é? ;)

Blood Kisses

João Norte disse...

Muito lindo!...