terça-feira, 8 de julho de 2008

És Loucura



Livre, como a imensidão do mar,
Viva, como a chama da fogueira,
Assim me sinto, como a verdadeira
Jura de Amor consumada ao luar.

Acaricia-me, segura a mão
Que te suaviza o doce rosto
Cansado, não há possível desgosto
Que nos separe. És a ilusão

Transformada em pura realidade,
És desejo, és loucura, serás
Meu caminho para a felicidade.

O meu amor e ternura terás,
Seremos êxtase na eternidade,
No meu corpo e mente habitarás.


1998Nov08

1 comentário:

Eros disse...

Sabes bem que para mim és única!
Beijos Mil.